FESTIVIDADES JUNINAS NA ALDEIA VELHA

Uma festividade pagã, que adquiriu novos valores com a igreja católica e hoje no Brasil, sobretudo no nordeste brasileiro tornou-se uma festa popular e tradicional. Como o nordeste foi à porta de entrada para os invasores portugueses e pela própria sobrevivência os povos nativos incluíram em seus hábitos essas festividades. Esse sincretismo religioso é uma realidade dentro de muitas comunidades indígenas.

Porém podemos perceber as contribuições dos povos indígenas nas culinárias dessas festividades com as matérias primas principalmente da mandioca. Alias se não fossem os povos indígenas contribuindo com a pesca, caça, raízes, sementes, frutas estes povos não estariam aqui, porém esse lado da historia ninguém conta porque não é interessante.

A escola da aldeia velha com sua interculturalidade promove aos alunos conhecimentos de outros povos, pois precisamos compreender as diversas culturas existentes sem que venhamos esquecer o nosso awê e outras tradições.

Postado  por  Angelo Pataxó-Coordenador Escola Aldeia Velha.

Sobre bailux

"orgulhoso de ser metarecicleiro"
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s